Alfabetização: como ajudar o meu filho?

19.Fevereiro.2020
 
Compartilhe

Alfabetizar é o processo de ensinar a uma pessoa as características da escrita, as letras do alfabeto, a formação das sílabas, das palavras e das frases. 

Desde quando a criança nasce, ela é exposta a vários estímulos, tais como a fala dos pais, as músicas que ouve, os desenhos que assiste e, conforme ela vai crescendo, seu acervo de experiências também vai aumentando.

Mas, como fazer o processo de alfabetização se tornar um processo mais fácil e, também, mais prazeroso para o seu filho? A seguir, separamos algumas dicas importantes para pais, mães e demais responsáveis fazerem a sua parte nessa fase tão crucial que é a infância. Continue a leitura e acompanhe!

Prepare um ambiente inspirador


Pode ser um quadro com giz, um caderno com folha em branco etc. O importante é deixar a criança viver uma experiência de liberdade com a escrita. Isso vai ajudá-la e reproduzir algumas palavras, a começar pelo próprio nome, o nome dos pais e avós, além de objetos que fazem parte da rotina dela. 

Etiqueta em tudo

Requer só alguns minutos de dedicação, alguns papeis e uma caneta. Tendo isso, comece a etiquetar os objetos da sua casa com seus respectivos nomes: porta, pia, fogão, mesa, piso, sofá, geladeira, janela, torneira etc. A visualização facilita o aprendizado das palavras e, conforme a criança vai aprendendo como se escrevem as palavras mais simples, você pode inserir, aos poucos, outras mais difíceis.

Leia para seu filho


Crianças adoram que seus pais lhe contem histórias! Quando você lê para o seu filho, está contribuindo para o fortalecimento do vínculo familiar e da capacidade de aprendizado, gerando reflexos positivos que seguirão para toda a vida. 

Saiba que, é na primeira infância que 90% das conexões cerebrais dos pequenos são formadas. Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria, quanto mais estímulos adequados de leitura o cérebro recebe, mais fortes e duradouras são as conexões neurais relacionadas com as áreas da linguagem expressiva e receptiva, como escrita e comunicação.

Ensinar e brincar

Já que estamos falando de crianças na faixa dos 4 e 6 anos, não existe forma melhor de ensinar do que por meio das brincadeiras. Que tal um jogo da memória com as letras do alfabeto, incluindo figuras de animais, frutas e objetos? Não faltam opções disponíveis por aí! É só usar a criatividade e escolher as suas preferidas!

O bom e velho caderno de caligrafia


Mesmo com a tecnologia presente como nunca na vida de todos nós, o bom e velho caderno de caligrafia pode ajudar (e muito) no processo de alfabetização da criança. Mas, esqueça aquela relação dele com as lições de casa infindáveis. Nada disso!

A ideia de usar o caderno de caligrafia, é ajudar a criança a controlar sua pressão sobre o lápis, observando o traçado de cada letra e diferenciando as maiúsculas das minúsculas. É uma ferramenta dos tempos passados, mas que ainda tem sua relevância no processo de aprendizagem da língua escrita. 

Desafie seu filho a escrever sozinho

Depois de ensinar tantas palavras, certamente, o pequeno irá se sentir muito mais seguro para escrever sozinho. Dê pequenos desafios a ele, estimule-o a formar frases. De pouco em pouco, com o passar do tempo, as frases se tornarão pequenos textos e, finalmente, a alfabetização se dará por completa. 

Gostou dessas dicas? Aproveite que já está aqui e leia também:

- Dicas de livros para ler com as crianças antes de dormir

 
 
 
 

 
 
 
 
 
Contato
  • Unidade Jundiaí

    (11) 4588-1365
    divino@divinojundiai.com.br
    Rua Gen. Carneiro, 105 - Vila Arens Il
    Jundiaí/SP
  • Unidade Itu

    (11) 4013-6570 / 4022-7161
    colegio@divinoitu.com.br
    Praça Divino Salvador – Jd Paraíso I
    Itu/SP
 
 
Copyright © Colégio Divino Salvador. Todos os direitos reservados