Escolha profissional

12.Fevereiro.2019
 
Compartilhe


Algumas decisões na vida são cruciais para definir o futuro. E entre elas está a escolha profissional.

Desde pequenos somos questionados sobre o que desejamos ser quando crescermos e, logo respondemos, ainda crianças, com exatidão os planos, seja sobre ser médico, veterinário, jogador de futebol, entre outros. Mas, ao longo do tempo, aos poucos vem a maturidade e passamos a ter outro olhar sobre o mundo e conhecimento das inúmeras possibilidades. Inclusive, muitos de nós acabamos seguindo outras carreiras até bem diferentes do que havíamos traçado de forma sonhadora lá no início da vida.


Escolher uma profissão envolve alguns aspectos básicos, mas nem tão simples de serem observados, como: quem somos verdadeiramente, nossos gostos, nossos valores, nossas aptidões, o que desejamos para o futuro e principalmente o que não desejamos.

Para responder essas perguntas e fazer uma boa reflexão é preciso um trabalho que não começa somente no Ensino Médio, mas ao longo da vida toda, o de se autoconhecer e ter uma real percepção sobre si mesmo no mundo. Isso se chama ter maturidade. 

Sem maturidade suficiente é difícil ampliar a visão que temos sobre nós mesmos e sobre o mundo, por isso é preciso de uma formação completa na escola e em casa. Uma formação pela qual cada jovem tenha tido a oportunidade de se desenvolver, adquirir conhecimento e jogo de cintura. Pois, após tudo isso, mesmo fazendo a escolha certa, adversidades existem e devemos estar sempre preparados para o que a vida guarda de imprevistos. Ou seja, deve haver um conjunto a ser construído, formado pelo desenvolvimento profissional/acadêmico e o desenvolvimento humano/psicológico. 

Como dar o primeiro passo?

Se você chegou à conclusão de que ainda não se conhece o suficiente para fazer essa escolha, calma. Há diversas formas de começar já essa jornada e encontrar verdadeiramente sua vocação.


Que tal começar tentando responder a si mesmo as seguintes perguntas:

- O que mais gosto de fazer nas horas vagas?
- Em quais matérias escolares tiro melhores notas?
- De quais aulas gosto mais?
- O que eu faço e geralmente recebo elogios pelo meu desempenho (tanto em casa, como com os amigos e no colégio)?
- Qual trabalho escolar que você realizou do qual tem mais orgulho?

Com base nas respostas pense nas áreas (humanas, exatas e biológicas) e profissões que acredita se relacionarem com as características que você apresentou. Pesquise profissões relacionadas a essas áreas de interesse ou qualidades que você possui. Veja a grade curricular dos cursos de graduação para ter ainda mais certeza do tipo de matéria que terá que estudar ao escolher determinada profissão e ver se é isso mesmo que lhe agrada.

Caso precise, faça uma orientação vocacional junto a um psicólogo para ajudar na fase de autoconhecimento. 

Amadurecendo as ideias

Conversar com um professor sobre as profissões que tem pensado também é uma boa ideia. Além disso, ele pode te ajudar a considerar alguma outra opção que você nem havia pensado.

Visitar faculdades para conversar com professores coordenadores dos cursos, ou até mesmo entrar em contato com profissionais que já atuam na área que você está pensando seguir, é ainda melhor. Dessa forma você avalia outro ponto muito importante na hora da escolha: o mercado de trabalho.

• E agora?

Você sabe o que quer, sabe do que gosta, mas já ouviu falar que o mercado de trabalho não está bom para essa profissão? Investigue!

Ponderar os riscos é fase essencial na escolha. É necessário conciliar gostos, aptidão e mercado de trabalho. Do contrário, você pode se tornar um excelente profissional, mas ter que trabalhar em algo paralelo pensando em seu sustento. Se isso não for um problema para você, vale considerar. Mas em geral, sabemos que a ideia da maioria das pessoas é ganhar dinheiro para se sustentar fazendo o que ama, certo?

Pesquise, leia notícias, converse com profissionais de uma mesma profissão, mas que atuam em áreas diferentes para abrir o leque de opções e ver se vale a pena investir.


Tenha em mente que, quanto mais você pesquisar, conversar com especialistas, professores e psicólogos, menos são as chances de escolher mal o seu futuro.

Aproveite essa fase para se aprofundar e escolher verdadeiramente o que você para sua vida, e lembre-se que no Colégio Divino Salvador oferecemos uma formação humana e cristã aos alunos desde pequenos, o que os ajuda na fase de amadurecimento e autoconhecimento ao longo da vida. Isso, sem falar em nosso corpo docente de excelência, que transmite todo conhecimento necessário para o crescimento e evolução de cada aluno. Além disso, contamos com psicólogas para auxiliarem nessa jornada. 

Agende uma visita junto à sua família e conheça nossa forma de trabalhar. Juntos, queremos impulsionar nossos jovens a chegarem mais longe e obterem o sucesso tão almejado no mercado de trabalho e em suas vidas pessoais.



 
 
 
 
 
 
 
 
 
Contato
  • Unidade Jundiaí

    (11) 4588-1365
    divino@divinojundiai.com.br
    Rua Gen. Carneiro, 105 - Vila Arens Il
    Jundiaí/SP
  • Unidade Itu

    (11) 4013-6570 / 4022-7161
    colegio@divinoitu.com.br
    Praça Divino Salvador – Jd Paraíso I
    Itu/SP
 
 
Copyright © Colégio Divino Salvador. Todos os direitos reservados