A vivência da Páscoa na escola

06.Março.2019
 
Compartilhe

Celebrar a Páscoa é uma tradição cultural e não poderia ficar de fora do ensinamento passado aos alunos nas escolas. Afinal, independente do credo, é importante trabalhar valores como partilha, doação, união e solidariedade para o desenvolvimento dos jovens e crianças.

Como surgiu?
 
A palavra Páscoa, quer dizer passagem. O povo judeu foi escravizado no Egito por 400 anos e Deus o libertou por meio de Moisés. Esse povo liberto atravessou o Mar Vermelho e foi para a Terra Prometida.

Nessa travessia, os judeus contam que o faraó se arrependeu de ter libertado o povo e então o perseguiu durante a fuga da escravidão. O faraó mandou seu exército ir atrás, mas milagrosamente Deus trouxe salvação ao povo, pois ao atravessar o Mar Vermelho a maré estava baixa para que as pessoas pudessem passar, mas quando o exército chegou a maré subiu e os soldados morreram afogados. Ou seja, Deus protegeu o povo e o livrou da perseguição, intensificando uma ação da natureza.

Isto é a Páscoa para os judeus, esta passagem rumo a Terra Prometida.

Páscoa de Cristo

Para os católicos, a Páscoa acontece por meio de Jesus Cristo, ela tem sentido espiritual, que representa a libertação do pecado. Então, por meio de Sua palavra, Seu sofrimento, Sua Paixão, Jesus vem ao mundo para libertar-nos do pecado original e da morte, para dar mais uma chance ao povo de entender pessoalmente, por meio Dele, verbo encarnado, a importância de segui-lo e buscar a santidade, de romper com o pecado.

Ou seja, a Páscoa representa a partir da ressurreição de Jesus a vitória total da nossa vida. A partir dela, sabemos que nós também vamos ressuscitar, pois Cristo ressuscitou e conquistou para cada um de nós a ressurreição, a vida. 

Esse é o motivo pelo qual o ovo é um dos símbolos pascais, pois ele representa a vida, o nascimento, dele nascem vidas. E o coelho é um dos animais que mais se reproduz, o que também se associa à vida.

Aplicando esses valores na escola
 
Para que os alunos tenham a oportunidade de receber uma formação humana, na qual o senso de sociedade, compaixão, humildade e solidariedade se fortaleçam é essencial ressaltar aspectos de datas como a Páscoa.

No ambiente escolar, podem-se realizar atividades lúdicas para os pequenos, nas quais por meio das artes se explore a criatividade e a curiosidade sobre o tema, o que contribui para que aprendam aos poucos o simbolismo e significado da data.Além disso, práticas como teatro para os mais velhos, engajam a escola como um todo, contribuem para o aprendizado, o aprofundamento sobre o tema e o desenvolvimento integrado.


Outras atividades compreendem trabalhos históricos sobre o assunto, que instigam os alunos a obterem conhecimento e formarem, a partir de sua própria busca, opiniões que podem ser compartilhadas em sala e somadas umas às outras num bate papo em grupo. Esse tipo de atividade fortalece a crítica, o poder de argumentação e a desenvoltura na fala e comunicação, além é claro da convivência e o respeito.

Mas, o principal na época da Páscoa é que os alunos possam ter espaço para impulsionar ideias criativas relacionadas ao tema da partilha e doação. Então, por meio de verdadeiros mutirões de doação a escola pode se organizar para planejar atividades sociais, ou dinâmicas relacionadas a soluções de problemas, que são consequência da desigualdade.

A importância do sentido da Páscoa

Para os católicos, o período quaresmal é um tempo dedicado à preparação para o dia da Páscoa. Então, nele, por meio dos jejuns, práticas de caridade, busca do Sacramento da Confissão e reconciliação com Deus e com os irmãos, já se dá início a uma mudança de vida.

Aproveitar este tempo para trazer aos alunos a importância do perdão, do amor e da reconciliação, também fortalece o sentido de amizade, de família e de fé.


Atualmente, se prolifera a cultura do descartável. Quando alguém age ao contrário das expectativas depositadas, isso gera mágoas e justamente para se proteger do sofrer com expectativas frustradas, cada vez mais as pessoas apenas “riscam” umas das vidas das outras. Ou ainda adotam a lei de talião, “olho por olho, dente por dente”, quando a vingança e indiferença acabam imperando.

A Páscoa vem justamente para nos transformar, para aprendermos a ter misericórdia uns com os outros, aprendermos a pedir perdão e perdoar, aprendermos a evoluir espiritualmente, ensinando uns aos outros como a cada dia devemos buscar ser melhores do que ontem. A Páscoa vem para nos ajudar a nos forcarmos no essencial, nos abstermos do materialismo e percebermos que as desavenças com as pessoas que amamos de nada adiantam. Por meio da autoanálise do nosso comportamento e falhas, a Páscoa e o tempo quaresmal nos reforçam que Deus ainda assim nos ama, Ele só precisa que reconheçamos e queiramos nos corrigir e então tomemos a decisão de começar uma vida nova.

Ter esse tempo de reflexão é um ensinamento para as crianças e jovens, e impacta inclusive nas famílias e no mundo, pois por meio de atitudes e valores é possível transformar as realidades. E, esse sentimento de acreditar que se pode fazer a diferença no mundo, é que a escola deve potencializar sempre.

Gostou deste conteúdo?

Acompanhe nosso blog e confira ainda muitas outras publicações relacionadas ao universo escolar e cristão.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
Contato
  • Unidade Jundiaí

    (11) 4588-1365
    divino@divinojundiai.com.br
    Rua Gen. Carneiro, 105 - Vila Arens Il
    Jundiaí/SP
  • Unidade Itu

    (11) 4013-6570 / 4022-7161
    colegio@divinoitu.com.br
    Praça Divino Salvador – Jd Paraíso I
    Itu/SP
 
 
Copyright © Colégio Divino Salvador. Todos os direitos reservados