7 dicas para trabalhar a ansiedade na hora de estudar

13.Março.2020
 
Compartilhe

Da infância à vida adulta, nossos conhecimentos são testados a todo tempo: no colégio, no curso de idiomas, para o vestibular, na faculdade, em concursos profissionais etc. A pressão vem de todos os lados! Porém, é no período escolar, com uma rotina frenética de apresentações de trabalho e provas, que os primeiros sinais de ansiedade podem começar a aparecer. 



De acordo com a definição do dicionário, ansiedade é um estado psíquico de apreensão ou medo, provocado pela antecipação de uma situação desagradável ou perigosa. Assim, para um estudante ansioso, seu cérebro pode apresentar algumas falhas, principalmente no que diz respeito à memorização e ao raciocínio. Daí aquele famoso "branco" na hora de responder a prova ou apresentar o trabalho para a turma.  

Para ajudar quem sente sintomas de ansiedade na hora de estudar e prevenir o problema a quem ainda não possui, listamos algumas dicas que poderão fazer toda a diferença. Continue a leitura e confira quais são!
Evite comparações


Se comparar com outras pessoas: esse é um hábito muito comum em pessoas ansiosas. Dentre milhares de pensamentos, elas acreditam que não são capazes de conseguir uma nota boa da mesma forma que "fulano" ou "ciclana". Entenda que todo hábito pode ser modificado e, como um hábito, as comparações também podem ser superadas na sua mente. Entenda que ninguém é igual a ninguém. Você é único(a) e tem todos as chances de alcançar o que deseja. Basta um pouco de determinação e confiança!
Xô, pensamentos negativos!
A mente de quem está sofrendo de ansiedade simplesmente não para. Alimentá-la com pensamentos negativos só irá piorar a situação e, é nesse momento, que você precisa ter autocontrole. Tente mudar seu discurso interno, aprendendo a prestar atenção, inclusive, à formulação das suas frases. Quando perceber que um pensamento negativo se aproxima, pense em situações e coisas agradáveis que o tragam de volta à positividade. Pode ser difícil no começo, mas não é impossível e faz toda a diferença no processo.


Mente sã, corpo são (e vice-versa)

Seu corpo é sua máquina de estudos, certo? Então, como você tem cuidado da sua melhor ferramenta? Dormir pouco, comer mal e não se exercitar são costumes bem comuns entre os estudantes. Essas atitudes acabam colocando seu corpo fora do melhor desempenho e, assim, abrindo porta para o esgotamento físico e emocional. Se você está passando por ansiedade nos estudos, procure reservar uma hora do seu dia para uma atividade física. Durante o exercício, nosso cérebro libera endorfina, conhecido por ser o hormônio da felicidade. Então, escolha um exercício que te faça bem e aproveite o momento!
Triptofano, pra que te quero
Alimentos com triptofano são excelentes aliados dos ansiosos para melhorar o humor e proporcionar sensação de bem-estar, porque ajudam na formação de serotonina, substância presente no cérebro, que facilita a comunicação entre os neurônios, regulando o humor, a fome e o sono, por exemplo. São ricos em triptofano e devem fazer parte do seu cardápio diário: carne, peixe, ovo, leite e derivados, castanha de caju, ervilha, amêndoas, abacate, batata, banana etc. Para evitar: bebidas e alimentos que contêm cafeína!

Inspira, respira…
…e não pira! Respirar de maneira correta pode ajudar muito no controle do corpo e da mente, especialmente nos momentos de maior ansiedade. Exercícios de três a sete minutos já são suficientes para proporcionar maior equilíbrio e acalmar os ânimos. Tente inspirar pelo nariz por quatro segundos, segure-o por dois e depois, solte o ar pela boca por seis segundos. Respire lenta e profundamente, observando o movimento do seu diafragma. Faça o teste e depois nos conte como foi a experiência para você!

Mais organização, menos procrastinação
Sabe aquelas situações em que você não consegue diferenciar as tarefas importantes das que não são? Um estudo publicado pela Environment and Behavior afirma que ambientes bagunçados nos levam ao estresse, ao aumento da procrastinação e a problemas relacionados à ansiedade. Por isso, organize seus livros, estudos, revisões, arquivos e estabeleça um plano de estudos atingível! Além dos efeitos positivos à sua saúde, aspectos como proatividade, agilidade em tarefas e capacidade de tomar decisões tranquilamente são outros benefícios de ser uma pessoa organizada.

Peça ajuda profissional
Se nenhuma das alternativas anteriores foi capaz de acalmar seus sintomas de ansiedade, recomendamos que você peça ajuda. Em alguns casos, a raiz do problema pode ser mais profunda do que imaginamos e necessite o acompanhamento de um psicólogo ou terapeuta. Não tenha vergonha de procurar auxílio nesses momentos. Lembre-se: o resultado será um fruto colhido para toda vida. Assim, toda ajuda no cultivo desse fruto será bem-vinda!


Às vezes, o esgotamento mental fala mais alto que a necessidade de estudar. Quando isso acontecer, respeite o seu corpo! Estudar fatigado não traz resultados, apenas mais ansiedade. Então, seja legal com você mesmo, mas com disciplina. Aceite que, no momento, as coisas estão difíceis, e pense como você pode trabalhar seu cérebro para que as coisas aconteçam.



Esperamos que tenha gostado das nossas dicas! Para ler mais conteúdos como esse, continue navegando no nosso blog!

 
 
 
 
 
 
 
 
 
Contato
  • Unidade Jundiaí

    (11) 4588-1365
    divino@divinojundiai.com.br
    Rua Gen. Carneiro, 105 - Vila Arens Il
    Jundiaí/SP
  • Unidade Itu

    (11) 4013-6570 / 4022-7161
    colegio@divinoitu.com.br
    Praça Divino Salvador – Jd Paraíso I
    Itu/SP
 
 
Copyright © Colégio Divino Salvador. Todos os direitos reservados